Rui Costa faz comício em Jaguaquara, neste sábado

0

Rui fará carreata em Jequié e no Vale do Jiquiriçá

Rui fará carreata em Jequié e comício em Jaguaquara

O candidato a governador do PT, pela coligação ”Pra Bahia Mudar Mais”, Rui Costa, faz sua primeira visita de campanha nas regiões do Médio Rio de Contas e do Vale do Jiquirçá, neste sábado (6). Pela manhã, Rui Costa acompanhado do candidato a vice-governador João Leão (PP), e de Otto Alencar (PSD), que disputa vaga de Senador, faz carreata em Jequié, a partir das 09h, tendo como ponto de partida o Aeroporto Vicente Grilo. À tarde a caravana percorre o Vale do Jiquiriçá. O ato terá início às 14h na cidade de Laje, e será encerrado com realização de comício na Praça JJ-Seabra, no município de Jaguaquara, que é um dos seus redutos eleitorais. Sem demonstrar o mínimo de temor, o candidato apoiado pelo governador Jaques Wagner segue em campanha por todo o Estado e se diz confiante na vitória.

Vereadores se gladiam na Câmara de Jaguaquara, sobre apoio político a candidatos a deputado

0

Edis se dividem entre deputados estaduais e federais

Edis se dividem entre deputados estaduais e federais

Os 15 atuais componentes da Câmara Municipal de Jaguaquara, não fazem segredo da opção definida com os nomes dos seus candidatos a deputado estadual e federal nas eleições de outubro. Uns tem o candidato a estadual e ainda não definiu o federal ou vice-versa, mas, de qualquer forma, já amarraram apoio. Dos 15 vereadores, apenas 3 não marcharão com os deputados apoiados pelo prefeito Giuliano Martinelli (PP), que são Aderbal Caldas (PP) e Cacá Leão (PP). Os edis: Edmilson Barbosa (PTB) votará com Sandro Régis (DEM) e Antônio Brito (PTB); Nildo Pirôpo (PT) e Adailson Mancha (PT) com Marcelo Nilo (PDT) e Benito Gama (PTB). Os demais representantes da atual Legislatura dão como certas suas escolhas pelos candidatos do prefeito. Os que não optaram pela dobradinha, votarão com o estadual, mas não ficarão de fora do time governista. São eles: Francisnei Santos (PP), Jacilene Silva (PP), Zacarias Oliveira (PP), Valdenor Souza (PP), Marleide Pinto (PP), Lindoval Muniz (PP), Élio Boa Sorte (PP), Jocemar Oliveira (PSD), Edilson Brustolin (PSL), Uelson Pereira (PRB), Valdir Souza (PHS) e Jurandir Araújo (PT).

Vereadores não fazem não fazem segredo da opção definida

Os vereadores não fazem ”segredo” da opção definida

O apoio político dos vereadores foi o assunto que dominou o grande expediente da sessão desta quinta-feira (4). No afunilamento da disputa direta por voto no município, dizem que o grupo do prefeito tem buscado minar os redutos políticos eleitorais dos adversários e a orientação é pra que os vereadores governistas esclareçam que, os candidatos do prefeito, são os únicos que merecem o reconhecimento do eleitoral local, pelos serviços prestados a Jaguaquara. Tese que nem todos concordam.

Jurandir enaltece candidatos do prefeito e

Jurandir Araújo enaltece à base aliada e alfineta opositores

O vereador Jurandir Araújo, por exemplo, tem sido um defensor ferrenho do governo e, ao usar a tribuna, inflamou vereadores até da situação, fazendo afirmação de que Aderbal e Cacá Leão merecem ser votados e que outros deputados não tem compromisso com o município e sim com os apoiadores, numa demonstração de que os vereadores que votarão em outros candidatos teriam recebido, supostamente, benefício individual e por isso não fecharam com os correligionários do Chefe do Executivo. O discurso do governista foi rebatido em tom de revolta pelo vereador Nildo Pirôpo, tendo afirmado que a ditadura acabou há anos, e que ninguém é obrigado a votar com os candidatos do prefeito Giuliano. Para Pirôpo, se for levada em consideração a atuação dos deputados, na atual gestão pública municipal, nenhum representante da Assembleia Legislativa da Bahia  trabalhou por Jaguaquara. ”Jaguaquara tem postos de saúde em reforma, em construção, várias obras, paradas e em andamento que não tem dedo de deputado. São obras destinadas aos municípios pelo governo, sem precisar emenda de deputado. Cada um vota em quem quer, e a decisão de cada vereador aqui deve ser respeitada”.

Pirôpo diz que a ditaura acabou e que cada um vota em quem quer

Pirôpo: ‘cada um vota em quem quer. A ditadura acabou’

Adailson Mancha, também rebateu e disse que o povo saberá em quem votar, e alfinetou: ”ser for para falar de obra, o deputado Rui Costa, que foi tanto criticado aqui nesta casa, hoje é o bom. Falavam que ele nunca trouxe nada para o município e agora está todo mundo junto, apoiando Rui”. Já Jacilene Silva do PP, saiu na defesa de Jurandir, declarado que teve uma longa conversa com o prefeito e percebeu na argumentação do gestor que não há imposição: ”tive uma longa conversa com o prefeito Giuliano e ele não está obrigando  ninguém a votar nos deputados. Eu estou vendo o esforço do prefeito, a obra da praça já começou e a gente percebe aquele clima na cidade, de que as coisas vão dar certo”. Outro que também não gostou nada dos comentários de Araújo foi Valdenor , o Bode da Saúde, que apesar de integrar a base, não vota com o federal do prefeito e declarou apoio a Antônio Brito. Nos corredores da Câmara, Bode comentava que não teria encontrado motivo para marchar com Cacá, e que não consegue ver um benefício na cidade através do seu empenho. Já na majoritária, a união é quase que total. Apenas 2 vereadores declaram apoio a Paulo Souto: Edmilson e Valdir. Os outros 13, quando o assunto é apoio a Rui Costa, esquecem as divergências e sustentam um só bandeira. BMF

Presidente do PT diz que pesquisa Sensus é suspeita

0
Presidente Everaldo Anunciação. Foto: Blog Marcos Frahm
Presidente Everaldo Anunciação. Foto:Reprodução

O líder do PT baiano, Everaldo Anunciação, diz que a nova pesquisa de intenção de voto para o governo da Bahia é suspeita. O presidente do PT afirmou nesta quinta-feira (4) que a pesquisa Sensus divulgada pela TV Aratu é “no mínimo suspeita”. Ele estranhou o fato de não terem sido divulgados: os números da corrida presidencial na Bahia; e o resultado das intenções de voto para governo com apoio das lideranças nacionais, a exemplo do ex-presidente Lula e da presidente Dilma Rousseff, de Marina Silva e de Aécio Neves. Outro ponto que o petista achou estranho foi o fato de o jornal A Tarde e o Grupo Metrópole, também envolvidos no projeto Vota Bahia se recusarem – “por desconfiança de erro” – a divulgar o resultado da pesquisa. “Tem alguma coisa errada aí. Espero que não seja qualquer tentativa de fraude porque os números que temos internamente são bem positivos para Rui. Com toda a certeza, todos os fatos serão esclarecidos de forma transparente o mais rapidamente possível”, comentou, sem deixar de alfinetar. “Nos bastidores, corre a notícia de que o primeiro a saber do resultado na Bahia foi o candidato ao senado Geddel Vieira Lima. Será que isso é verdade? Minha fonte é segura”, provocou Anunciação, segundo nota do Bahia Notícias.

Pela 4ª vez consecutiva, ações desenvolvidas no Prado Valadares são classificadas pelo Prêmio Boas Práticas

0
Servidoras apresentam  avaliação das ações no HGPV
Servidoras apresentam avaliação das ações no HGPV

Esta é a 4ª vez consecutiva que Ações de Boas Práticas desenvolvidas por Servidores do Hospital Geral Prado Valadares em Jequié são classificadas para o Prêmio. Em 2011 a Linha do Cuidado à Mama venceu em 7º lugar, em 2012 o Programa Humanizar da Admissão à Alta Hospitalar venceu em 1º lugar e em 2013 o Acolhimento com Avaliação e Classificação de Risco venceu em 6º lugar. Agora as Servidoras Nathali Santana e Claudia Maria Tetê da Silva apresentam para avaliação as ações: Grupo de Trabalho de Humanização e Acolhimento com Avaliação e Classificação de Risco, respectivamente. ”Para nós servidores que sempre inovamos no exercício da nossa função no serviço público é muito gratificante ver o reconhecimento do trabalho qualificado que é feito no Prado Valadares, mesmo com as dificuldades cotidianas, parabenizo aos servidores do HGPV por fazer a diferença, em especial às servidoras Nathali e Claudia”, disse o diretor geral do HGPV, Gilmar Vasconcelos.

Homem de SP está desaparecido em Jaguaquara

0

 José Erivan ''Zelinho''

Uma família de Sorocaba (SP) procura por um homem desaparecido há mais de 8 meses no Distrito Stela Dubois – Entroncamento de Jaguaquara. José Erivan de Oliveira, 39 anos, apelidado de ‘’Zelinho’’, estava a trabalho como acompanhante em um caminhão de transporte de cavalos, viajando há 3 dias, quando o veículo estacionou no posto de gasolina Grande Valle, às margens da BR-116, no Entroncamento de Jaguaquara e o rapaz desapareceu por volta das 22h30 do dia 14/12/2013. De acordo com informações de familiares, José Erivan trajava bermuda vermelha, camiseta branca e calçava chinelo. Não portava celular nem documentos, pois estava indo tomar banho quando desceu do caminhão. Reside em Sorocaba, ele trabalha no Jockey Clube daquela cidade. Desesperados, familiares buscam informações a cerca do paradeiro de José Erivan de Oliveira ‘’Zelinho’’. Quem obtiver qualquer informação pode entrar em contato através dos números: (15)3293-1177 (15) 3225-1073 (15) 3232-1024 (15) 99826-1688 falar com Aline Bufalo. BMF

MEC autoriza criação de cursos de medicina na Bahia

0

Trinta e nove municípios brasileiros irão receber novos cursos de Medicina como parte da estratégia do Programa Mais Médicos de expansão da formação do país. O anúncio foi feito pelo governo federal nesta quinta-feira (4). Municípios com mais de 70 mil habitantes de 11 estados foram contemplados; na Bahia, os cursos chegarão às cidades de Alagoinhas, Eunápolis, Guanambi, Itabuna, Jacobina e Juazeiro. Na seleção das 39 cidades, o MEC levou em conta a necessidade social do curso, a estrutura da rede de saúde para realização das atividades práticas e a capacidade para abertura de programa de residência médica. Os municípios que passaram pela avaliação de uma comissão de especialistas estão em regiões metropolitanas e no interior, e nenhum deles é capital. Outros sete municípios terão prazo de seis meses para fazerem as adequações recomendadas na rede pública de saúde para habilitação dos novos cursos. As instituições de ensino superior que assumirem a responsabilidade de abrir os cursos devem realizar investimentos na rede de saúde – os valores aplicados são, inclusive, critério para a seleção das IES –, além de implantar programa de residência médica de modo a garantir a especialização dos profissionais após o término da graduação.

Preço do tomate cai 40% na Ceasa de Jaguaquara

0

Preço do produto caiu de R$ 35,00 para R$ 25,00 a caixa

Preço do produto caiu de R$ 35,00 para R$ 25,00 a caixa

Faz tempo que o tomate não consegue mais ser o vilão da Ceasa. O produto mais procurado para a composição da salada e um dos principais na comercialização do Mercado Produtor Ceasa, de Jaguaquara, Capital Baiana do Hortifrutigranjeiro, caiu cerca de 40% nesta quinta-feira (4), em comparação com dias anteriores. O tomate chegou a custar R$ 35,00 a caixa, com 24 kg, no início da semana e agora está cotado a R$ 25,00. Segundo informações de alguns produtores ao Blog Marcos Frahm, a oscilação no preço se deva a vários fatores e um deles é estabilidade climática com temperatura amena à noite e quente durante o dia. O que segundo os produtores impossibilita o desenvolvimento pleno da planta e a estabilidade na colheita, refletindo em oferta mais regular aos centros de abastecimentos e supermercados. O baixo preço do produto não desestimula os produtores de Jaguaquara, que se dizem acostumados com o sobe e desce. BMF

Marina não deve ganhar a eleição

0

 Lula MirandaLULA MIRANDA

Aprendi, desde muito jovem, desde os meus tempos de surfista, que toda onda surge, cresce, pode até se desenvolver e agigantar, mas sempre arrebenta

Apesar do messianismo, da precipitação, do exagero e do voluntarismo que impera hoje nas discussões em torno da candidatura de Marina Silva, a ex-senadora (e ex-petista) não deverá se eleger presidente da República. Aprendi, desde muito jovem, desde os meus tempos de surfista, que toda onda surge, cresce, pode até se desenvolver e agigantar, mas sempre arrebenta – por vezes num paredão de arrecifes. Depois, só o que se distingue no mar é muita espuma, areia revolvida na água, uma prancha quebrada e, eventualmente, algum surfista “prego” um tanto assustado e sufocado por ter levado um tremendo de um caldo.

Porém, é prudente ressalvar, entre tantos “surfistas” Marina não é nenhum “prego”. Tampouco deve ser considerada e combatida com se fosse uma “inimiga”. Deve ser considerada, no presente momento, uma adversária política, apenas isso.

Outra ressalva importante: recomendo atenção ao caráter polissêmico do título desse texto e à diversidade (e sustentabilidade) da nossa “fauna” na política. Na “nova” e na velha.

Combater a candidatura Marina, de forma virulenta e lançando mão de preconceitos odientos, não é digno de progressistas. Não é próprio à dignidade de esquerdistas ou de humanistas. O ódio e a intolerância são armas do povo “do lado de lá”, à direita – não nos esqueçamos disso. Cada surfista na sua onda.

Faço essa advertência porque alguns dos epítetos que estão sendo lançados contra a candidata depõem contra essas próprias pessoas, que têm o despudor de postar esses tipos de comentários infames na web, peçonhas reveladoras de sentimentos medonhos e preconceitos de classe – e até de cor. Quem se utiliza desses argumentos ignominiosos está, sem saber, ajudando a candidata que pretendia atacar, pois só reforça/fortalece a essência do seu discurso voluntarista e estéril, mas encantatório.

Portanto, se você é favorável à candidatura de Dilma Rousseff – ou mesmo, a essa altura do sismo e/ou da cisma, do tucano Aécio Neves –, procure criticar a outra candidata com polidez, urbanidade e bons argumentos. Se ainda está indeciso, convém prestar bastante atenção.

O problema, para os órfãos da centro-direita, é que o candidato tucano já pode ser considerado carta fora do baralho. Este, inclusive, já começa a ser “cristianizado” pelos seus próprios correligionários e aliados de ocasião. Disseram-me que José Serra está que é “todo sorrisos”, pois acaba de escapar de uma “barca furada” que soçobrou sinistrada por uma onda gigante, verdadeiro tsunami causado por um terremoto provocado pelo impacto devastador de um avião “Kamikaze” que caiu em Santos, pondo um trágico ponto final na carreira de um político promissor e colocando providenciais reticências na carreira da sua então vice. Eduardo morreu para que Marina pudesse vencer?! Não seria esse um preço demasiado alto e injusto a se pagar?

José Serra, baluarte da “nova” política, passado o vento da desgraça e a comoção oportuna, está com uma vaga no Senado numa das mãos e, na outra, ainda voando, um (ou dois) ministérios assegurados num futuro governo Marina Silva. Ou seja, terá onde abrigar toda a sua corriola. E assim plantar as sementes para quando 2018 chegar. A candidata já acenou e deu a senha: “não concorrerá a reeleição”. Serra está atento, para variar. E não desiste nunca – também ele.

Mas, por outro lado, se você não é tucano, “sonhático” nem petista fanático, prepare-se para uma eleição emocionante, pois teremos um segundo turno ESPETACULAR (!) disputado entre Dilma Rousseff e Marina Silva. Sim, olhando e escutando o noticiário pode até não parecer, decerto, mas teremos um segundo turno. A menos que os adversários políticos da “sonhática”, indivíduos que, por ofício e a princípio, têm a obrigação de viver com os pés plantados no mundo real, ainda não estejam despertos ante o estridente alerta de tsunami que grita por todo o país, e se afoguem todos, já na primeira onda.

Cada vez que se fala em Marina na mídia, aqui inclusive e por toda a blogosfera, é mais um sopro providencial para a sua onda prosseguir avançando rumo à praia, e se robustecer ainda mais. Afinal, nunca é demasiado lembrar, Marina tem um tempo exíguo no horário eleitoral. Marina não tem mais nada – além do mito e da mistificação personificados na sua fantasia mascarada. Para sobreviver, e eventualmente ganhar, necessita muito do sopro providencial da grande mídia – que, aliás, já lhe é, desde sempre, amplamente favorável.

A boa notícia, ao que nos sugere o verniz das aparências, é que a elite conservadora e reacionária brasileira terá malogrado, mais uma vez, quer se eleja Dilma quer se eleja Marina. Mas… “As aparências enganam/ aos que odeiam e aos que amam/porque o amor e o ódio se irmanam/no outono das paixões(…)”. Era o que cantávamos, fazendo coro com a magistral Elis Regina, na década de 1980. Mas… o tempo passa e vamos ficando velhos – só para citar canções de uma época peculiar.

Política é paixão. Mas o exercício da política requer racionalidade, equilíbrio, equidistância.

Honestamente, sou mais simpático à candidatura de Dilma Rousseff – e certamente nela votarei. Sou veemente opositor da candidatura Aécio Neves, pois sou contra o retrocesso que representaria a volta dos tucanos ao poder central. Esse seria, indubitavelmente, o pior cenário para o país. E dele estamos enfim libertos. Essa é a minha opinião. E, nunca é demais lembrar aos mais distraídos, esta é uma coluna de opinião.

Mas, com relação à candidatura Marina, apesar de achar, e desejar, com serenidade, que ela não seja a vencedora no pleito deste ano; apesar de achar que ela não tem o devido preparo para o cargo; que ela e seu novo partido de aluguel não tem a inserção necessária na sociedade nem equipe suficientemente robusta e competente para exercer a Presidência, me sinto bastante confortável e tranquilo diante da hipótese de Marina Silva vir a ser o segundo indivíduo oriundo das classes desfavorecidas a ser convocado/escalado por parte das elites brasileiras para exercer a Presidência da República e tentar, a seu modo, suavizar/amenizar, tal qual um pelego, as imensas injustiças sociais e iniquidades que ainda grassam nesse país embriagado pela hipocrisia e pelo falso moralismo mais conservador e reacionário.

Quem (ou o que) será mais forte nessa eleição: Dilma ou Marina? A ação ou a reação?

Em outros textos, mais adiante, tratarei, mais amiúde, das duas candidatas – seus supostos pecados e virtudes. BR 247

Datafolha confirma: hoje, Marina seria eleita

0

Pesquisa Datafolha, divulgada nesta sexta-feira, apontou empate técnico, no primeiro turno, entre a presidente Dilma Rousseff e a ex-senadora Marina Silva na sucessão presidencial; ambas teriam 34%, contra 15% de Aécio Neves; no entanto, na simulação de segundo turno, Marina venceria, com dez pontos de vantagem (50% a 40%); nesta sexta, ela afirmou ainda que o povo brasileiro já elegeu um acadêmico, um operário e “há de eleger uma professora que veio do seringal da Amazônia” 158

Rui recepciona Dilma e segue para comício em Valença

0
Candidata Dilma Rousseff faz campanha em Salvador
Dilma Rousseff faz campanha em Salvador. Foto: Divulgação

Rui Costa, candidato a governador pela coligação Pra Bahia Mudar Mais, sequer teve tempo de comemorar sua boa participação no primeiro debate entre os candidatos ao governo realizado pela TV Band, na noite da quinta-feira, pois já tem uma intensa agenda a cumprir nesta sexta-feira (29), inclusive com programação no interior. Pela manhã, o candidato participa de gravações para o programa eleitoral e, à tarde, depois de se encontrar com a presidente Dilma Rousseff, que recebeu homenagem de grupos afros no Centro Histórico de Salvador, seguiu para se incorporar a mais uma edição da Caravana 13, que percorrerá vários municípios do Baixo Sul. Com a participação, ainda, de Otto Alencar, candidato a senador, e João Leão, candidato a vice-governador, a caravana visitará as cidades de Camamu, Igrapiúna, Nilo Peçanha, Taperoá e Valença, onde haverá um grande comício, marcando o encerramento da programação do dia.

  • Social

  • Tempo Agora!

Voltar ao topo